• Bibiana Danna

A importância do pensamento: somos o que pensamos


pensamento

Somos livres para produzir todo e qualquer tipo de pensamento, ao longo da nossa vida, a partir do momento que acordamos até a hora de repousar.

Esse poder nos pertence! Existem duas estações nas quais podemos sintonizar: os pensamentos construtivos-elevados e os negativos-destrutivos.

Essa escolha diária independe da situação de vida pela qual estejamos passando. Na verdade, quanto mais atribulada e difícil a vida , com maior razão devemos buscar pensamentos positivos. Eles nos manterão firmes e com disposição para lutarmos até o final do combate e prontos para os que virão.

Cada um tem a sua maneira de buscar a paz de espírito e o equilíbrio. Não há receita perfeita e nem mágica. Porém, existem atitudes que ajudam nesta empreitada.

Um dos primeiros passos é despoluirmos o coração de todo desamor vivenciado ao longo da caminhada. O passo seguinte é o autoperdão – um dos nossos maiores algozes somos nós – e, posteriormente, perdoar as pessoas que nos ofenderam.Concluídas essas etapas, vem uma fase tão difícil quanto às anteriores: o não julgamento. Consiste na certeza de que tudo é como tem que ser. Cada coisa, pessoa e situação estão nos seus devidos lugares.

Todos esses passos nos levam à fluidez dos pensamentos e, consequentemente, das atitudes que, juntos, promoverão os ajustes necessários nos nossos relacionamentos.

Seja suave, leve e flexível. A sua mente, espírito e corpo agradecem. Essa mudança de comportamento começa no seu pensamento e se estende por todas as áreas da sua vida.

Que tal começar a fazer isso agora? Sempre é tempo para se mudar os paradigmas e viver melhor.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo