• Bibiana Danna

Seja leve: desapegue-se!


nutrir_alma_1

Aqueles que agem movidos pelas necessidades mundanas encontram-se em constante conflito de interesses com os demais. Afinal de contas, no mundo, há mais necessidades do que utilidades. Sempre haverá muito mais pessoas do que bens para satisfazer as aspirações individuais.

Por outro lado, há pessoas que já perceberam essa dinâmica, – enfrentada pelo binômio acima necessidade versus utilidade – , e buscam domar o instinto natural e egoísta de querer tudo para si.

Sob esse novo enfoque, há uma mudança no referencial: ao invés de o foco ser voltado unicamente para nossa identidade, de uma forma gradual e constante, dirigimos o olhar e o coração para o outro.

De uma forma geral, as pessoas começam a praticar o desapego com a caridade. Nesse estágio há uma batalha interior, seu anjo e sua sombra tentam seduzi-lo e você não sabe a quem irá escutar. Às vezes, começa escutando um e, em seguida, muda de ideia e segue o outro (numa verdadeira gangorra emocional).

Este estilo de vida promoverá uma revolução em quem decidir segui-lo. Os pensamentos e as atitudes estarão voltados para o bem-estar da coletividade.

O novo jeito de ser e de viver – sem apego às coisas, pessoas e situações – é extremamente libertador, revigorante e inspirador. Busca-se um ideal de vida voltado para o próximo. É uma atitude altruísta, manifestada pela compaixão, no sentido de aliviar ou diminuir a dor ou sofrimento daquele que está ao seu lado.

Trata-se de uma forma inteligente de se relacionar com as pessoas e com o universo no qual vivemos. É a lei universal da colheita: você colhe o que planta. O seu altruísmo gera uma vida próspera e com sentido não só para você, como também para todos que o cercam.

É uma libertação de todo o entulho acumulado ao longo dos anos. Essa faxina será possível em virtude do novo modo de enxergar a vida (mais apurado, refinado e seletivo). Ao seu lado, só permanecerão pessoas e coisas que realmente lhe façam evoluir.

Há um abandono dos exageros, futilidades e “modismos”. O que se almeja é a integração com as pessoas através de uma contribuição efetiva na melhora das condições de vida daqueles que sofrem.

Você tenta, no seu dia a dia, ser sensível, gentil e prestativo com aqueles que estão sofrendo? Busca ter uma atitude positiva (escuta e ajuda sem interferir no espaço do outro) para com o seu próximo?

Sem dúvida, para melhorarmos o mundo e deixarmos um legado para os nossos descendentes, é necessária uma mudança de atitude. Vamos oferecer às futuras gerações um universo equilibrado habitado por pessoas gentis, bondosas e amáveis.

O primeiro passo nesse sentido só depende de você!

Queridos amigos:

Olá! Um maravilhoso domingo e um ótimo feriado!!!

O tema do post de hoje foi sugestão da minha mãe. Gratidão pela excelente ideia! É sempre muito enriquecedor dialogar contigo acerca das questões existenciais que nos envolvem.

Para mim, é um privilégio escrever acerca de um tema elaborado por vocês.

Aguardo novas sugestões.

Abraços,

Bibiana Danna.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo